Onde investir – Março de 2021

No mês de fevereiro, o otimismo com relação ao ritmo de vacinação no mundo foi mitigado pelo aumento do nível de hospitalização em diversos países, entre eles o Brasil, e pela constatação de mais variações do vírus em localidades mais esparsas.

Ainda assim, movida por estímulos e o sentimento que de as dificuldades em relação a vacinação só gerarão impactos no curto prazo, a bolsa global encerrou o mês em alta, o que não foi acompanhado pela bolsa brasileira, influenciada por eventos específicos com empresas a agravadas incertezas políticas.

Além dos mercados de renda variável, o mês se destaca pelo movimento de juros: abertura de taxas tanto no Brasil como no exterior. A expectativa de juros nominal e real no Brasil e nos EUA vinha subindo lentamente durante o mês, culminando numa forte alta nos últimos pregões.

Em ambos os países isto acontece pelo fato de que os bancos centrais utilizarem ferramentas para manter as expectativas dos juros futuros em patamares baixos, a fim de estimular a economia. Porém, os agentes de mercado parecem não acreditar mais que a inflação irá ser controlada em patamares de juros tão baixos, cobrando assim um premio maior para comprar esses contratos de juros futuros, pressionando assim seu preço. Inclusive o time de economia publicou um relatório aumentando sua projeção de inflação.

 

Cenário econômico

Março chegou e, com ele, ultrapassamos a marca de um ano desde o primeiro caso de covid-19 no Brasil. Neste ano, passamos de profundas incertezas em relação à duração da crise para receios em relação às suas consequências além das tão difíceis perdas humanas.

Continuamos tendo como principal foco, no âmbito econômico, o risco fiscal. Passamos a contemplar uma nova rodada de Auxílio Emergencial (AE) em nosso cenário base, mas a forma de implementação será importante para averiguar os efeitos completos do novo programa sobre a economia. Desde a divulgação do texto da PEC Emergencial que destravaria esta nova rodada, o mercado tem reagido negativamente para indicações de que a proposta pode vir a ser desidratada antes da votação, gerando receios de que a compensação fiscal não seria suficiente.

Por outro lado, a depender do tamanho e extensão do AE e contando com a perspectiva de normalização da economia no segundo semestre deste ano, a perda de dinamismo da atividade econômica observada no início de 2021 pode ser compensada pela nova rodada.

No curto prazo, a inflação também continua sendo uma preocupação, sendo pressionada por desequilíbrios da pandemia (descasamento entre oferta e demanda da indústria), associados ao real mais fraco e à alta das commodities agrícolas e minerais.

 

Por fim, no cenário local, destacamos acontecimentos recentes, como a indicação de mudança no comando da Petrobras por parte do governo, tendo indicado o General Silva e Luna em substituição a Roberto Castello Branco. A decisão levou à percepção de risco de interferência do governo em estatais e suas políticas de preços, elevando o prêmio de risco de ativos brasileiros.

Tendo em vista todos estes fatores, a possibilidade de o Banco Central iniciar o aperto monetário no primeiro semestre se elevou, com alguns agentes esperando que comece já na próxima reunião do Copom, em março. Em nosso cenário base (XP), esperamos elevação a partir de maio, atingindo 3,5% ao final de 2021. Porém, caso o cenário se deteriore em relação ao esperado, o Copom precisaria elevar a Selic em algo como 100 pontos base além do cenário atual para combater esse efeito. Iriamos de uma projeção de 4,5% para 5,5% no primeiro semestre de 2022.

Durante o mês de fevereiro, houve nova e relevante abertura na curva futura de juros no Brasil em relação a janeiro. Da mesma forma, houve aumento no juros real, o que pode ser observado na curva das NTN-Bs.

 

O risco fiscal continua pesando sobre as expectativas dos agentes de mercado, conforme mencionado no “Cenário econômico” acima. Caso sejam vistos avanços em reformas e a proposta da PEC Emergencial seja ao menos mantida (o que já é aquém do inicialmente esperado), a curva poderia ceder. No entanto, as indicações atuais vão contra este cenário, o que pode fazer com que as expectativas futuras continuem pressionadas.

 

Fonte: xpi.com.br 

Deseja saber mais sobre os investimentos nesse mês? Fale com um de nossos assessores, descubra como podemos lhe ajudar com seus investimentos.

Vamos Conversar?

Compartilhe esse conteúdo

Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter

Mercado Financeiro

Receba nosso Conteúdo

Fique por dentro do mercado financeiro.

Últimas Notícias

DISCLAIMER

As informações aqui apresentadas são genéricas e não devem ser consideradas como uma recomendação individualizada ou conselho de investimento personalizado . As estratégias de investimento mencionadas aqui podem não ser adequadas para todos. Cada investidor precisa avaliar uma estratégia de investimento levando em conta a sua própria situação particular e o seu perfil antes de tomar qualquer decisão de investimento.

Todas as opiniões expressas estão sujeitas a alteração sem aviso prévio em reação à mudança de condições de mercado. Eventualmente são apresentados aqui dados de terceiros considerados fontes confiáveis. No entanto, a precisão, integridade ou confiabilidade desses dados não pode ser garantida. Nós não recomendamos o uso de análise técnica como um único meio de pesquisa de investimento.

A informação sobre investimentos fornecida pode não ser apropriada para todos os investidores, ela é fornecida sem respeito a sofisticação financeira do investidor individual, situação financeira horizonte de tempo de objetivo ou tolerância ao risco. As apresentações aqui divulgadas são apenas para fins educacionais e não são uma recomendação ou endosso de qualquer estratégia de investimento em particular. O desempenho passado não indica nem garante o sucesso futuro. O retorno irá variar e todos os investimentos envolvem riscos, incluindo a perda do principal.

Nada contido neste espaço constitui uma solicitação, a recomendação, promoção, endosso ou oferta da Target Invest de qualquer título particular, transação ou investimento. Por favor, lembre-se que as comunicações neste site são públicas, por isso, proteja sua própria privacidade e trate outros participantes com respeito. Por favor saiba que nós monitoramos comunicação neste site e proibimos qualquer solicitação, oferta de produto ou serviço ou comentários inadequados.
Este conteúdo tem propósito exclusivamente informativo e se baseia em dados estatísticos, metodologias probabilísticas, fatos concretos do mercado financeiro e em resultados financeiros apurados. Em nenhum momento, o conteúdo desta mensagem representa opiniões pessoais ou recomendações de investimento financeiro de qualquer natureza.

Este material foi elaborado pela Target Invest, sendo extremamente proibida sua cópia ou publicação sem autorização prévia.